Google+ Badge

PROSÓDIAS

FACEBOOK

FESTINA LENTE PELO MUNDO

Map
Loading...

Follow by Email

BO ! (aramaico)

janeiro 29, 2012

FUNDIDA/VAGA

                               INFINITUM - V.II (Meu)
VAGA – PARTE I

Por Marco A. de Araújo Bueno

Então não se fala mais no assunto e o que fodeu, fundido está. Como? Não compreende, não alcança a mecânica da coisa? Pois bem, sejamos profundos ainda mais, na sujidade dela. Pois ela não tinha balisas, critérios, fosse no que fosse. Um cata vento para os antecedentes, uma irresponsável frente às conseqüências. No início nem sabia do que se tratava, saltava alegrinha no vácuo. Mas sempre houvera quem a ancorasse nalguma gavetelha da moralidade vigente.Acabava por se fundir às versões dela, às ficcionalidades, compreende?
Postar um comentário